lopez indriago

O CONCEITO DE DORMIR AO LONGO DO CAMINHO

Eu falei sobre os albergues muito bem organizados, mas o verdadeiro problema desses clichês é o barulho da noite. Eu não achei que o número de pessoas roncando de uma maneira brutal

fosse tão alto... mas eu garanto que há muitas delas. As soluções? Os bonés eu diria... ou, como no meu caso, a música está alta nos fones de ouvido até você ceder. Com o tempo, habituas-te a tudo.

- escrever ao longo do caminhos de santiago frances

Para mim, tornou-se uma necessidade, não só para as notas de viagem que lhe estou a transcrever. Um livro sairá mais cedo ou mais tarde. A quantidade e a qualidade dos pensamentos que você faz às vezes precisam sair dessa maneira também... talvez para deixá-los ir um pouco também. Em suma, eu colocaria um caderno e uma caneta na minha mochila.

- VIAJANDO SOZINHO

Já falei sobre isso acima, mas acrescento duas notas. Sair sozinho, para mim, foi uma coisa natural desde o início. Mas acho que não há regras. Sabes se e como queres fazer esta experiência.

Se você estiver sozinho, é mais fácil não se afastar da linguagem comum e do conforto, mas é natural que se abra um pouco mais para os outros. Mesmo que para mim a força esteja em libertar-se de qualquer tipo de rótulo ou preconceito. O caminho achata qualquer diferença social. Os verdadeiros limites da sua mochila, que impõem a todos não mais do que duas t-shirts, duas calças, duas cuecas, dois pares de meias e pouco mais, não deixam espaço para diferenças óbvias de estatuto. Em um espaço tão livre de convenções, você mesmo se sente injusto e, de onde vem e o que faz ou fez com sua vida, perde importância. O que resta é a partilha do aqui e agora.

ITINERÁRIO... FINALMENTE...

Aqui está, então, o itinerário com notas sobre cada etapa:

A rota portuguesa tem várias variações possíveis. O principal é o Central, mas há também o Litoral e o da Costa. O último é aquele que passa junto à praia na maior parte do tempo e foi recentemente instalado. Encontrará longos passadiços de madeira.

Vou mostrar-vos a que rota pertence o palco porque fiz algumas variações ao longo do caminho com base numa série de avaliações, sinais ou coincidências que não estou aqui para explicar. Mas você vai entender.

7.6.16 Bergamo/Orio - Porto

Você pode chegar ao centro da cidade de metro. Não há necessidade de apanhar o autocarro. No serviço de informação também será emitido um cartão recarregável para ser usado no metro (1,85 € porque estamos na zona 4).

?Io Escolhi o Tattva Design, um albergue muito conveniente no centro, em frente à Catedral.

Novo, limpo, organizado, €19 por noite com pequeno-almoço buffet. Talvez, tendo de escolher agora, optasse por um hotel dedicado aos peregrinos já na primeira noite. A energia nesse tipo de estrutura faz a diferença... ou melhor, são as pessoas que a povoam que fazem a diferença.

  • Love
  • Save
    Add a blog to Bloglovin’
    Enter the full blog address (e.g. https://www.fashionsquad.com)
    We're working on your request. This will take just a minute...